Fale Conosco



> Dicionário Geral



Definições e Tipo de Cobertura.


Termos mais usados:

Acidente Pessoal: É o evento com data caracterizada, exclusiva e diretamente externo, súbito, involuntário, causador de lesão física que por si só, e independemente de toda e qualquer causa, tal como consequência direta, a morte ou invalidez permanente total ou parcial do segurado.

Apólice: É o contrato de seguro, no qual constam os dados do seguro, além das coberturas, das condições gerais e particulares que identificam o risco e o patrimônio.

Apólice Coletiva: Apólice de Seguro que cobre um grupo de seguro.

Avaria: Danos existentes no veículo antes da contratação do seguro ou antes de um acidente, constatado durante a vistoria realizada pela Seguradora, tais como, ferrugem amassamentos e riscos que não são cobertos pelo Seguro, os quais serão deduzidos em caso de sinistro.

Aviso de Sinistro: Em caso de sinistro coberto pela apólice, o segurado, sob pena de perder direito à indenização, obriga-se a, logo que do mesmo tenha conhecimento:
1 . Dar ciência imediata à Seguradora, preservando o local sinistrado para a competente vistoria e avaliação dos prejuízos.

Beneficiário: É a pessoa física ou jurídica designada pelo Segurado na apólice para receber a indenização, porventura devida, no caso da ocorrência do evento coberto (sinistro).

Bilhete de Seguro: Documento ou certificado emitido pela Seguradora em simplificação da apólice, no qual constam os dados principais da apólice contratada.

Bônus: Desconto sobre prêmio, oriundo da inexistência de sinistros na apólice de vigência anterior à que está sendo contratada.

Capital Segurado: Termo utilizado para definir o valor do seguro a ser pago pela Seguradora no caso de sinistro coberto na Cobertura de acidentes pessoais.

Carroceria: espaço destiando ao transporte da carga, acoplado à parte traseira do chassi do caminhão / pick-ups.

Cláusulas Especiais e Particulares: Visam ajustar as condições gerais para atender às particularidades de cada contrato de seguro.

Cobertura: É a proteção contra determinado evento, por exemplo: cobertura incêndio, cobertura vendaval, cobertura roubo. É obrigatório a contratação da cobertura básica e de pelo menos mais uma das coberturas opcionais.

Condições Gerais: Conjunto de cláusulas contratuais que estabelecem obrigações e direiros, do Segurado e da Seguradora, de um mesmo plano de seguro.

Condições Particulares: Referem-se a dados individuais do seguro, tais como: nome do Segurado, valor do prêmio, descriçao dos riscos cobetos, nome do beneficiário, etc. Também podem ter o significado de Condições Especiais de Seguro.

Conjugação: Combinação entre duas ou mais madalidades de seguro.

Corretor: É a pessoa física ou jurídica devidamente habilitada e registrada na Superintendência de Seguros Privados para intermediar e promover a realização de contratos de seguro entre os Segurados e as Seguradoras.

Cosseguro: Divisão de um risco entre várias Seguradoras.

Dano: Todo prejuízo material ou pessoal sofrido por pessoa ou objeto segurado, causado por acidente, ação da natureza ou ato de terceiros.

Dano Estético: Todo e qualquer dano causado a pessoas, implicando em redução de beleza ou estética.

Dano Moral: Aquele que traz como consequência ofensa à honra, ao afeto, à liberdade, à profissão, ao respeito aos mortos, à psique, à saúde, ao nome, ao crédito, ao bem estar e à vida, sem necessidade de ocorrência de prejuízo econômico.

Danos Pessoais: Lesões, invalidez ou morte provocadas por sinistro coberto pelo seguro.

Depreciação: É a perda progressiva de valor de bens, móveis ou imóveis, pelo seu uso, idade e estado de conservação.

Dolo: Artifício fraudulento empregado pelo Segurado para obrigar a Seguradora a algo que não assumiu. É a vontade deliberada de produzir o dano. Assim como a culpa grave, é risco excluído de qualquer contrato de seguro. Se provado, cancela automaticamente o seguro, sem direito à restituição do prêmio, impedindo qualquer direito à indenização.

Emolumentos: Conjunto de despesas adicionais que a Seguradora cobra ao Segurado, correspondente às parcelas de impostos e outros encargos a que está sujeito o seguro, tal como o custo da apólice.

Endosso: É o documento emitido pela Seguradora durante a vigência do contrato que expressa qualquer alteração na apólice, e após emissão torna-se parte integrante da apólice.

Estabelecimento Segurado: É o local cujo endereço encontra-se expressamente indicado na apólice.

Estipulante: É a pessoa ou entidade jurídica que contrata o seguro em nome do Segurado. Os seguros contratados através de Estipulantes são normalmente de grupos de pessoas que possuam algum tipo de vínculo entre si e com o próprio Estipulante. O seguro contratado individualmente não necessita de Estipulante.

Evento: É o fato ou acontecimento cuja ocorrência acarreta prejuízo ao Segurado.

Extorção: Também será considerado evento coberto a Extorsão, definida no artigo 158 do Código Penal como "Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, e com o intuito de obter para si ou para outrem indevida vantagem econômica, a fazer, tolerar que se faça ou deixa de fazer alguma coisa.

FENACOR: Federação Nacional dos Corretores de Seguros.

Franquia: É o valor, estipulado na apólice, que determina o limite de isenção de qualquer responsabilidade de indenização por parte da Seguradora na ocorrência do sinistro. Quando o total dos prejuízos resultantes de um sinistro ultrapassar esse valor, a franquia será deduzida desse total, inclusive nos casos de roubo e furto de acessórios e/ou partes do veículos. A Franquia não será aplicada nos casos de sinistros cujo valor dos prejuízos indenizáveis seja consideado Perda Total para efeito de cálculo da indenização. Veja os tipos de franquia no Dicionário Automóvel.

Fidelidade de Empregados: Garante os prejuízos que o Segurado venha a sofrer em conseqüência de crimes contra o seu patrimônio, como definidos pelo Código Penal Brasileiro, praticados pelos seus empregados no exercício de suas funções.

Furto Qualificado: Aquele cometido mediante arrombamento ou utilização de chaves falsas ou semelhantes, desde que tenham sido deixados vestígios materiais inequívocos ou tenham sido constatados por inquérito policial.

Furto Simples: Subtração para si ou para outrem de coisa alheia móvel, sem a ocorrência das características que caracterizam o Furto Qualificado. Não encontram cobertura os crimes de apropriação indébita, estelionato e outros assemelhados.

Greve: Ajuntamento de mais de três pessoas da mesma categoria ocupacional que se recusam a trabalhar ou comparecer no local de trabalho.

Indenização: É o pagamento do valor devido pela Seguradora ao Segurado, em decorrência de sinistro coberto pela apólice.

Inspeção de Risco: É a atividade preliminar à contratação do seguro que objetiva a caracterização e a classificação do risco com relação ao bem a ser segurado.

Inspetor de Risco: É o representante da Seguradora encarregado de realizar uma inspeção de risco.

IRB (Instituto de Resseguros do Brasil): É o órgão responsávelpor assumir os excedentes de capacidade das Companhias de Seguros. Também denominado como IRB Brasil Resseguros S.A.

Modalidade: É a subdivisão do ramo de seguros, ou seja, são os ramos específicos para os quais são aplicadas certas condiçõs e regras tarifáricas.

Lockout: Cessação da atividade por ato ou fato do empregador.

Objeto do Seguro: Designação genérica dada a todo interesse que se quer segurar, seja este uma coisa, um bem, uma pessoas, uma responsabilidade, uma obrigação ou uma Garantia.

Participação Obrigatória do Segurado: O Segurado terá participação, em cada sinistro, na quantia indicada na especificação da apólice.

Patrimônio: É a expressão que designa o conjunto de valores econômicos representativos de direitos e obrigações de uma pessoa, física ou jurídica.

Período Indenitário: É o período determinado durante o qual a Seguradora reembolsará determinadas despesas.

Prejuízo: É o valor que representa as perdas sofridas pelo Segurado em um determinado sinistro.

Prêmio: É o preço do seguro ou valor que o Segurado paga a Seguradora para que esta assuma os riscos cobertos pelo seguro, incluindo o imposto.

Prescrição: É a perda de direito de propor uma ação depois de ultrapassado o prazo que a lei determina para reclamar-se um interesse.

Proponente: É a pessoa que pretende fazer um seguro, preenchendo e assinando uma proposta.

Proposta: É o documento através do qual o proponente torna oficial a sua vontade de contratar um seguro.

Pró-Rata: Tabela expressa em quantidade de dias, utilizada para cálculo de devolução de prêmio ou cobrança de prêmio adicional que leva em consideração o tempo a decorrer até o término de vigência do seguro.

Ramo: É a denominação das subdivisões dos seguros. Por exemplo: Incêndios, Vidros, Roubo, Responsabilidade Civil, etc.

Responsabilidade Civil: Garantia que visa cobrir, até o valor do limite máximo de indenização pela qual o Segurado vier a ser responsável civilmente, em setença judicial transitada em julgado ou em acordo judicial autorizado de modo expresso pela Seguradora, por danos involuntários, corporais e/ou materiais, causados a terceiros pelo veículo segurado, pela carga transportada ou por veículo regularmente rebocado.

Regulação e Liquidação de Sinistro: É o processo de análise da reclamação apresentada pelo Segurado, de verificação da cobertura para o(s) evento(s) comunicado(s), de apuração dos prejuízos e pagamento da indenização devida.

Reintegração: É a solicitação de recomposição do Limite Máximo de Responsabilidade de uma cobertura, na mesma proporção em que foi reduzida em função de sinistro indenizado.

Resseguro: É o mecanismo pela qual as seguradoras transferem parte dos riscos assumidos para o ressegurador. No caso brasileiro, ao Instituto de Resseguros do Brasil - IRB.

Restituição de Prêmio: Qualquer redução de cobertura ou de valores Segurados do contrato, expressamente aceita pela Seguradora, que venha a gerar devolução de parte do prêmio pago.

Risco: É o evento incerto ou de data incerta, independente da vontade das partes contratantes, contra qual é feito o seguro. Por exemplo: Incêndio, roubo, etc.

Salvado: Objeto que se consegue resgastar de um sinistro e que ainda possui valor econômico, que indenizados pela Seguradora, passam a ser de propriedade desta.

Segurado: É a pessoa ou um bem definido em uma apólice.

SINCOR: Sindicato dos Corretores de Seguros. Capitalização e Previdência Privada no Distrito Federal.

Sinistro: É o evento de natureza súbita, involuntária e imprevista, que cause prejuízo pecuniário ao Segurado, e que legalmente, obriga a Seguradora a indenizar.

Sub-Rogação: Após receber qualquer indenização, o Segurado passa automaticamente para a Seguradora seus direitos de reaver despesas dos responsáveis por sinistros, se houver;

SUSEP (Superintendência de Seguros Privados): É o órgão de controle e fiscalização do mercado segurador brasileiro.

Tumultos: Compreende a ação de pessoas em aglomeração que pertube a ordem pública, cuja repressão não necessite intervenção das Forças Armadas.

Valor em Risco (VR): É o valor do bem segurado existente tanto na data da contratação do seguro como na de ocorrência do sinistro, no seu estado de novo, deduzida a depreciação pelo uso, idade e o estado de conservação.

Vício Intrínseco: É a condição inerente e própria de certas coisas que as torna suscetíveis de se destruírem ou avariarem sem intervenções de qualquer causa externa;

Vigência do Seguro: É o período de validade da cobertura da apólice.

Vistoria prévia: É a inspeção necessária para avaliar o bem a ser segurado, antes da contratação do seguro ou da inclusão de alguma garantia.

Vistoriador: É o representante da Seguradora encarregado de regular e liquidar um determinado sinistro.




Um serviço oferecido pelo Portal dos Corretores de Seguros e Fenacor By Multisites
Direy Administradora e Corretora de Seguros Ltda
SCLN 303, bloco A, loja 021 - Asa Norte - Brasília/DF - CEP: 70735-510
Tels: (61) 3326-6219 / 2080 - (61) 8134-0156
A Empresa Origem Serviços Produtos Cotação Online Seguradoras Dicionário de Seguros Fale Conosco Cadastre-se Contato Página Inicial